quinta-feira, 22 de junho de 2017

UEL divulga serviços e atividades para população de Londrina

Projetos da UEL são mostrados à comunidade em atividade realizada em frente ao Teatro Ouro Verde, no Calçadão

Na manhã da última terça-feira (20), integrantes da comunidade acadêmica da UEL promoveram evento no Calçadão de Londrina, em frente ao Cine Teatro Ouro Verde. O objetivo foi mostrar para a população a importância da Universidade para a cidade. Foram montadas barracas com exposições de projetos de pesquisa, ensino e extensão desenvolvidos nos nove Centros de Estudos da UEL, além de um palco com música ao vivo e apresentações artísticas.

Um palco foi montado em frente ao Ouro Verde para apresentações de música
Como explica o professor Renê do Couto, do Departamento de Ciências Farmacêuticas, os projetos levam uma série de serviços e conhecimentos à população de Londrina. Para ele, as pessoas reconhecem a importância desta proximidade.

PROJETOS
Os estudantes do curso de Farmácia divulgaram a ação extensionista Far+. A atividade tem como objetivo conscientizar sobre os cuidados a serem adotados no consumo de medicamentos. Já alunos e professores do curso de Serviço Social explicaram as responsabilidades do profissional Assistente Social. O grupo também debateu questões ligadas aos Direitos Humanos, Estatuto da Criança e do Adolescente, e o protagonismo da comunidade LGBT.


Em outro ponto de divulgação, o destaque foram as ações e atividades do Observatório de Políticas Públicas da UEL, responsável por estudar e comparar os recursos utilizados pelas várias instâncias de Governo. O projeto de extensão “Oficina de TV para a Terceira Idade”, da área de comunicação, foi outro a ser apresentado. A iniciativa produz programas televisivos com a participação de idosos. Houve também barracas dos cursos de Ciências Sociais, Ciências Biológicas, do Laboratório de Bacteriologia de Peixes, entre outros.

Segundo o professor Danilo Lagoeiro, do Departamento de Relações Públicas, o evento foi realizado para alertar a população sobre o risco que o bloqueio, por parte do Governo do Estado, de R$ 6 milhões previstos no orçamento da UEL representa para Londrina. “O que vale mais, a disputa jurídica e política da UEL com o Governo ou todas essas ações que a Universidade realiza, que têm um impacto social, ambiental, econômico na sociedade local, regional, estadual e até nacional? O evento de hoje traz essa discussão para a comunidade de Londrina”, diz Lagoeiro.

Uma das barracas apresentava o LABBEP (Laboratório de Bacteriologia de Peixes)
à população londrinense
Lucinei Araújo passava pelo Calçadão na hora do evento. "A Universidade muito importante para Londrina", diz. Ele ressalta os 46 anos de existência da UEL para justificar a relevância dela na cidade.

Durante o evento, era possível observar várias pessoas com o adesivo “#FORÇAUEL” colado no peito. A hashtag foi criada após o bloqueio de parte da verba da Universidade, realizado pelo Governo do Estado, em 30 de maio. Apesar de não ter sido responsável pela atividade, a Proex pretende fazer em breve mais edições do evento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário