domingo, 10 de julho de 2011

Equipe da UEL viaja para Projeto Rondon no Amazonas

Saudações Rondonistas!

A UEL finalmente chegou em Careiro da Várzea (AM), município que nos recebeu na operação de julho do Rondon este ano. Partimos de Londrina às 6h na sexta-feira, e só conseguimos chegar em Manaus meia noite. A previsão era chegarmos ao meio dia na capital do Amazonas, mas, como o aeroporto de Curitiba estava fechado, passamos por algumas alterações na rota. Algumas horas a mais em aeroportos e passagens por Rio Grande do Sul e São Paulo não nos desanimaram.

O Paraná é o terceiro estado em número no Projeto Rondon em julho deste ano, estamos com 16 equipes entre as quatro operações: Tuiuiú (Mato Grosso); Arara Azul (Mato Grosso do Sul); Oiapoque (Amapá) e Peixe-boi (Amazonas). Desta vez, a UEL só participa da Operação no Amazonas, com ações no conjunto B: que tem as áreas temáticas extensionistas da Comunicação, Tecnologia e Produção, Trabalho e Meio Ambiente como foco.

A nossa equipe é formada pelo professor Sinival Osorio Pitaguari, do Departamento de Economia, e professora Rosângela Maria Pinto Moreira, do Departamento de Biologia Geral; além dos estudantes Alessandro Caseri (Medicina Veterinária); Ana Camila Moreira (Geografia); Bianca Ribeiro de Souza (Medicina Veterinária); Deborah Ingrid de Souza (Agronomia); Fernanda Cavassana de Carvalho (Jornalismo); Helena Paula Viaro (Ciências Biológicas); Rodolfo Rodrigues Souza (Geografia); e Walkiria Val Jordão Gomes (Administração). Uma curiosidade deste grupo é que dos 10 componentes, oito são naturais de Londrina, fortalecendo o nome da universidade e da cidade na amazônia.

Ontem, sábado, recebemos treinamento no Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), lugar em que fomos muito bem recepcionados e acomodados nos dois primeiros dias. Além disso, participamos da abertura oficial do Projeto Rondon e assistimos a algumas palestras.

Conforme nos foi apresentado na palestra do professor José Aldemir, reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), somente duas das cidades da Operação Peixe-boi não estão localizadas a beira do rio. Como é o nosso caso, Careiro da Várzea é um município a beira do rio Solimões, que se adapta às várias cheias durante todo o ano.

Aqui em Careiro da Várzea, nos unimos aos dois professores e aos universitários da Unochapecó, que trabalharão com o conjunto A, ações voltadas para Cultura, Educação, Saúde e Direitos Humanos e Justiça.

O Blog Extensão da UEL será o diário de bordo da nossa equipe. Quer saber mais sobre o Rondon? Acesse o site do Ministério da Defesa: www.defesa.gov.br/projetorondon

SELVA!

Por Fernanda Cavassana
(estudante de comunicação da UEL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário