sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

O que é o Projeto Rondon?

O Projeto Rondon foi criado em 1967, mas deixou de ser prioridade do Governo Nacional, sendo extinto em 1989. Em 2005, o projeto voltou à pauta dos programas governamentais e desde então, já levou mais de 11 mil rondonistas a cerca de 700 municípios.

Coordenado pelo Ministério da Defesa, o Projeto Rondon promove a integração social envolvendo a participação voluntária de estudantes universitários buscando soluções para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes do país, ampliando o bem estar da população.

Além disso, o projeto tem o objetivo de contribuir para a formação do universitário como cidadão, integrá-lo ao processo de desenvolvimento nacional, consolidar o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais e também estimulá-lo à produção de projetos coletivos locais em parceria com as comunidades assistidas.

As áreas de atuação são aquelas com maiores índices de pobreza e exclusão social e áreas isoladas, que necessitem de maior aporte de bens e serviços. Por essa razão, são priorizadas as regiões do norte e nordeste do país.

O projeto é distribuído em oito Áreas Temáticas (Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Tecnologia e Produção, Trabalho), que fundamentam as políticas extensionistas das universidades públicas brasileiras.

O nome do projeto é uma homenagem à Marechal Cândido Rondon, que entrou para a história como patrono das comunicações. Rondon abriu caminhos, desbravando terras, lançando linhas telegráficas, fazendo mapeamentos e estabelecendo relações com os índios.

O projeto tem o apoio das Forças Armadas, conta com a colaboração dos governos estaduais, das prefeituras municipais e das empresas socialmente responsáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário