terça-feira, 9 de abril de 2013

Simpósio de Ensino Eletrônico será realizado em maio

Agência UEL

Será realizado, de 6 a 10 de maio, o Simpósio Internacional de E-Learning Aplicado no Contexto Educativo da UEL, dirigido a coordenadores de colegiados de cursos de graduação e outros docentes que serão convidados pela Pró-Reitoria de Graduação. “E-Learning” é uma expressão relacionada ao aprendizado (learning) através de meios eletrônicos. Diz respeito ao uso das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) no ensino, tanto no ensino à distância como no presencial.

O simpósio, marcado para a sala 103 do CCH, será constituído por um dia de seminário, com conferência e debates, e quatro dias de workshops – estes, a cada dia, voltados para diferentes grupos de cursos de graduação. Serão preletores dois professores portugueses: António Augusto Fernandes, que é psicólogo, fez doutorado em Educação à Distância (EAD) em Madri, coordena as ações de EAD da Universidade Católica de Lisboa e da Universidade da Extremadura, e dirige uma empresa de consultoria especializada na área, a DLC; e Ana Maria Fernandes, mulher de António, membro do Instituto Superior de Gestão da Universidade Técnica de Lisboa e também expert em EAD e TIC. As atividades serão realizadas de manhã e à tarde. 

Ronaldo Nascimento é um dos coordenadores do simpósio

Um dos coordenadores do evento, o professor Ronaldo José Nascimento, do Departamento de Educação Física, informa que a intenção do simpósio é propiciar aos participantes a aquisição de know-how e competências para, no futuro, “produzirmos conteúdos para os cursos presenciais e à distância, com base na tecnologia da informação e comunicação”. Em EAD, a UEL tem um Núcleo de Educação à Distância, dirigido pelo professor Pedro Paulo Ayrosa, participa do programa federal Universidade Aberta do Brasil e já oferece alguns cursos na modalidade.

O professor Ronaldo coordena um programa de formação continuada na área, para o qual a CAPES aprovou recentemente R$ 200 mil. A partir de agosto, pretende oferecer três cursos à distância para professores e funcionários da UEL. Três deles serão sobre o uso da plataforma Moodle, a questão da tutoria eletrônica e sobre o uso das TIC na formação e no ensino. Os autores do projeto apresentado a CAPES são os professores Nascimento, Ayrosa e ainda a professora Marta Marcondes.

O professor Ronaldo Nascimento fez cursos no Exterior sobre o uso da TIC no ensino e sobre EAD, e conhece há 15 anos o preletor do Simpósio a ser realizado em maio. “A empresa do professor Fernandes desenvolveu vários cursos nas áreas de Saúde e Educação, que poderão servir de modelo para nós, da UEL, produzirmos o nosso material com base nas TIC”, observa.

O Simpósio Internacional de E-Learning Aplicado no Contexto Educativo da UEL tem o apoio do Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde) da UEL. Para o seminário do primeiro dia existem 80 vagas; os workshops terão 50 vagas. Mais informações pelos ramais 4238, 4518 e 2395 ou pelo e-mail rjnef@uel.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário