segunda-feira, 21 de julho de 2014

Estudante é aprovada para ação oficial da Marinha

Agência UEL


A estudante do 5º ano do curso de Odontologia da UEL, Kezia Emy Shigueoka, foi única selecionada em todo o Paraná para participar da missão oficial da Marinha do Brasil que será desenvolvida dentro do Projeto Rondon, promovendo atividades de orientação e prevenção de saúde. A estudante vai trabalhar no interior do Navio de Assistência Hospitalar Soares Meirelles dividindo experiências com estudantes de Universidades do Rio Grande do Sul, Alagoas e Espírito Santo.

Kezia Emy embarca na próxima sexta-feira (18) para Manaus (AM), ponto de partida da missão, que deverá durar cerca de 15 dias. O Navio de Assistência Hospitalar oferece atendimento médico e odontológico às populações ribeirinhas da região amazônica. Os serviços são ofertados em parceria com o Ministério da Saúde.
Segundo Kezia a expectativa é contribuir com ações de saúde junto à população carente da região. “Vamos ajudar a comunidade, incentivando a adoção de hábitos básicos de cuidados com os dentes, como a escovação correta”, exemplifica. A aluna também vai atuar como multiplicadora em três oficinas, “Drogas tô fora”, “Sorriso Alegre” e “Recreação Infantil”.

Operação Catopê

Além de Kezia, uma equipe de rondonistas da UEL embarca no próximo domingo (20) para a cidade de Coração de Jesus, localizada na região norte de Minas Gerais, município carente de 26 mil habitantes. O grupo integrará a Operação Catopê, da edição 2014 do Projeto Rondon, que será desenvolvida em 13 municípios no Estado de Minas Gerais, até o dia 4 de agosto deste ano.

A equipe será acompanhada pelas professoras Rosely Maria de Lima, do Departamento de Geociências, e Solange Ramos, do Departamento de Histologia. Segundo a professora Rosely, a equipe da UEL vai trabalhar nas áreas de Saúde, Educação, Justiça e Cidadania. As atividades deverão beneficiar a população de quatro distritos rurais do município de Coração de Jesus, Alvação, Brejinho, São Joaquim e São Geraldo. Participam da Operação Catopê os alunos: Suelen Jordão (Educação Física), Larissa Ueno, (Enfermagem), Vinicius Pugliesi e William Fernandes (Direito), Bruna Paes (Música), Vitor Santos (História), Aline Moraes (Pedagogia) e Caio Cunha (Geografia). A cidade de Montes Claros será o Centro Regional e a unidade apoiadora será o 55º Batalhão de Infantaria.

Ao todo a operação vai envolver 259 rondonistas de 26 Instituições de Ensino Superior do país. Serão atendidos 13 Município de Minas Gerais – Capitão Enéas, Claro dos Poções, Coração de Jesus, Francisco Sá, Japonvar, Jequitaí, Luislândia, Mato Verde, Mirabela, Pedras Maria da Cruz, Porteirinha, São Francisco e Verdelândia.

O Projeto Rondon é uma iniciativa do Ministério da Defesa e representa um espaço de formação e ação multidisciplinar, que possibilita ao estudante a construção de projetos sociais em comunidades carentes do país.







Vinicius Pugliesi (Direito).





Suelen Jordão (Educação Física).





 Vitor Santos (História).






Aline Moraes (Pedagogia).





Caio Cunha (Geografia).





Bruna Paes (Música). 






Larissa Ueno (Enfermagem).





 William Fernandes (Direito).

Nenhum comentário:

Postar um comentário