quinta-feira, 3 de março de 2016

Ganhadores do prêmio Santander participam de atividades integradoras na UEL

Na última sexta feira (26), os atuais ganhadores do prêmio Santander, produtores do assentamento Iraci Salete da cidade de Alvorada do Sul, participaram de uma visita à Universidade Estadual de Londrina. A atenção necessária a esses produtores ficou aos cuidados da Professora Drª Ana Maria Bridi e alunos participantes do projeto, dos cursos de Zootecnia, Agronomia e Medicina Veterinária.

No ano de 2014, foi iniciado o projeto de extensão da UEL “Desenvolvimento participativo da cadeia produtiva sustentável de aves no Assentamento Iraci Salete”. Esse projeto tem como intuito aplicar novos métodos de processos produtivos para os produtores do Assentamento, fundamentando esses métodos em processos sustentáveis e baseando nos princípios da agroecologia.


No ano de 2015, o projeto foi contemplado pelo prêmio Santander na categoria Universidade Solidária, o que resultou em uma recompensa de R$ 100 mil em barras de ouro para os ganhadores. Esse prêmio será revertido integralmente para a construção de um mini abatedouro de aves no referido assentamento.

A visita à Universidade Estadual de Londrina aconteceu durante todo o dia. As atividades desenvolvidas durante esse dia eram todas aplicadas com o intuito de conscientizar os produtores quanto aos cuidados necessários para com a criação das aves, desde o momento em que são geradas até o momento do abate. 


Após o período de palestras os produtores foram levados até a Fazenda Escola da UEL para conhecer como são realizados os processos de criação de animais, fabricação de ração e prevenção de doenças. A visita teve início no setor onde são criados os suínos, logo após passou pela fábrica de ração, setor de avicultura, setor de ordenha e, por fim, se estendeu ao abatedouro, o qual se destacou como um dos momentos mais importantes da visita.


As exposições realizadas a respeito dos processos produtivos eram abordadas sempre tendo em conta o tipo de alimentação adequado para as criações, como deve ser montado o lugar apropriado para o desenvolvimento das aves e também os procedimentos de higienização solicitados pelos órgãos públicos responsáveis por vistorias.

Esse evento favoreceu uma grande troca de experiências entre Universidade e produtores, os quais vieram a essa visita com o objetivo de procurar e conhecer cada vez mais processos de melhorias para suas criações e, consequentemente, evoluir o grupo quanto aos ensinos aplicados, promovendo assim um processo de capacitação cada vez maior e melhor. 



O investimento do recurso obtido a partir desse prêmio será de grande valia para os produtores do assentamento. A construção do mini abatedouro de aves proporcionará maior renda para esses produtores e moradores do Assentamento Iraci Salete, que serão os maiores beneficiados. Além de garantir a inclusão do assentamento no Programa Nacional de Alimentação Escolar, que assegura que até 30% das merendas escolares sejam adquiridas de pequenos produtores rurais, como será o caso dos produtores do assentamento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário