EXTRAMUROS - Revista de Extensão da Univasf - Universidade Federal do Vale do São Francisco




A Extramuros - Revista de Extensão da UNIVASF irá lançar uma série de dossiês temáticos e está aberta para submissão de artigos para o seguinte dossiê: "(De)colonialidade e extensão: afrocentricidade e práticas insurgentes de produção de conhecimento científico"

A Revista, publicada pela Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Vale do São Francisco, possui como meta disseminar os resultados, através de relatos e artigos, das práticas extensionistas universitárias e a sua indissociabilidade com o ensino e a pesquisa. Os textos publicados na EXTRAMUROS revelam um conteúdo interdisciplinar que está diretamente vinculado às áreas temáticas dispostas no Plano Nacional de Extensão (Saúde, Cultura e Artes, Educação, Direitos Humanos e Justiça, Tecnologia e Produção, Gênero e Sexualidade, Meio Ambiente, Comunicação, Trabalho) e convergem para a potencialização da articulação dialética entre os conhecimentos e da função formativa-pedagógica das ações para os indivíduos envolvidos no processo extensionista.  A revista também conta com um espaço para outras contribuições, tais como resenhas e entrevistas sobre a área de Extensão. 


Sinopse:

Vivemos um momento de virada epistemológica, as duas primeiras décadas dos anos 2000, podem ser consideradas como a consolidação de um marco de transição epistemológica na geopolítica do conhecimento na produção de teoria social. As décadas de 80 e 90, do século XX, foram marcadas pela consolidação de um campo diversificado de pesquisas com proposições para desenvolvimento de perspectivas teórico-metodológicas e políticas descentradas da Europa. Sob o rótulo de estudos subalternos, de pesquisas pós-coloniais, epistemologias do sul e teorias (de)coloniais elas se firmam em propostas epistemológicas que rompem com o eurocentrismo, desnaturalizando as perspectivas universalizantes do pensamento colonial. Nesse sentido, qual o impacto dessas epistemologias na extensão universitária? O presente dossiê objetiva compartilhar experiências práticas e investigações teóricas sobre atividades de extensão universitária que se lançam em rupturas epistemológicas com afrocentricidade e práticas insurgentes de produção de conhecimento científico.


Submissão:

Submeter até dia 31 de julho de 2020 no link:

Atenção: Indicar no "comentário ao editor" que é para este Dossiê.


Normas de publicação:

Comentários