terça-feira, 27 de julho de 2010

Rondonistas chegam em Londrina



Ontem, às 18h, as equipes da UEL que participaram do Projeto Rondon nas operações Catirina e Rei do Baião chegaram em Londrina. Apesar do cansaço da viagem, o grupo estava feliz e satisfeito com o que foi realizado.

Giovanna Rodrigues, estudante de Medicina Veterinária, descreveu a viagem como "incrível"! Segundo ela, a participação no Projeto Rondon possibilitou uma mudança de valores. "A gente aprende a respeitar o individual e as diferenças de cada um", ressaltou Giovanna, que integrou a equipe Caitirina no Maranhão.

Já o rondonista Paulo Henrique Polon, estudante de Ciências Sociais que participou da Operação Rei do Baião em Pernambuco, leva a experiência da viagem como uma troca de experiências: "aprendemos muito lá também". E valoriza o projeto: "O Rondon é válido sim! É um projeto de cidadania e lição de vida!"





Que venha o próximo Rondon!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Mão na massa

A quarta-feira foi muito produtiva para a equipe UEL, Operação Catirina! Durante o período matutino, a rondonista Michelle (Direito) palestrou pra um grupo de serviços públicos, no auditório da prefeitura de Bom Jardim, a respeito da elaboração de projetos, focando-se nos editais sociais: localização, áreas, preenchimento e modalidades. Ã tarde, foi dada continuidade à temática, com um oficina prática, na sala de informática da Escola Dinare Feitosa, onde sites foram demonstrados, bem como uma cartilha que orientará os profissionais na obtenção de recursos pra criação e desenvolvimento de projetos sociais do terceiro setor.
No mesmo período, os rondonistas Viviane (Arquitetura) e Wantuil (Agronomia) forneceram uma oficina que capacitou e deu início à construção de uma fossa séptica, no novo CRAS – em construção, na Vila Esperança, ode obtiveram ajuda de pedreiros do local.
Operação Catirina


Avanços

O dia começou com a eficiente construção da horta escolar no Projeto Vida (onde estamos hospedados), horta esta que contou com a liderança da prof. Maria Helena e do aluno Wantuil, ambos do curso de Agronomia. Literalmente, nosso grupo semeou esperança pra a comunidade!!
A tarde a aluna Giovanna (Med. Veterinária) promoveu uma mesa redonda para discutir os principais pontos sobre o transporte escolar na região e propor um projeto de planejamento para melhorar a situação atual. Houve a presença de representantes de pais de alunos, secretaria de educação do município, professores e condutores.
Também no período vespertino, a rondonista Michelle (Direito) concluiu a última da três etapas a respeito do terceiro setor, focando-se a nobre participação do Prof. Dr. José Gerley Díaz Castro (UFT – Zootecnia), ilustre profissional que tem vasta experiência na área. À noite, os referidos rondonistas encabeçaram o a gênese do I FÓRUM DO LIXO de Bom Jardim, movimento que promete difundir cultural ambiental entre a população local.
Para encerrar o dia, Giovana (Relações Públicas) palestrou, no auditório da prefeitura, sobre “Empragabilidade: uma questão de cidadania”, a qual contou com a ilustre presença do Capitão Lessa.
Operação Catirina


A realidade que choca

Os alunos Danielle (Zootecnia), Giovanna (Med. Veterinária), Wantuil e a professora Maria Helena (Agronomia) visitaram a Vila Bandeirantes. Lá explicaram a comunidade rural a necessidade de sanidade no rebanho bovino da região, os cuidados com o abate e manipulação da carne e agricultura familiar.
à tarde, os alunos Giovana (Relações Públicas) e Jéliton (Administração), acompanhados pela professora Maria Helena (Agronomia) visitaram o lixão da cidade, local em que puderam constatar a realidade local. Um coletor que se encontrava lá, foi entrevistado e foi muito enriquecedora a conversa.
Concomitantemente, Michelle (Direito) iniciou a primeira etapa do ciclo a respeito do terceiro setor, palestrando sobre ONGs, Associações, Cooperativas e OSCIPs. Com uma platéia de quarenta pessoas, entre líderes locais e membros da comunidade em geral, o objetivo é instaurar uma Cooperativa de Reciclagem em Bom Jardim e, o primeiro passo, foi conceituar uma cooperativa e apresentar suas características. No período da tarde, a segunda etapa foi voltada para a os detalhes mais técnicos da cooperativa, tais como a previsão legal de sua constituição, seus requisitos básicos e apresentação de um Projeto detalhado sobre a instauração da Cooperativa de reciclagem aqui. Nome sugerido: RECICLA BOM JARDIM!!!!!!
Operação Catirina



Dançando o Carimbó!

Olá UEL, o nosso dia 18 de julho foi bem animado... tivemos palestras sobre a importância das cisternas, fossas sépticas e sumidouro, que nossos colegas Wantuil (agronomia) e Viviane Giron (arquitetura e urbanismo) ministraram.
A comunidade de Bom Jardim, como em todas as outras palestras e oficinas, participou com perguntas, intervenções e demonstrou interesse em participar da oficina prática que seria dia 21.
Já a noite, tivemos um Evento Cultural organizado pela prefeituta do município. No evento estavam presentes os rondonistas da UEL e da UFT (Tocantins) e a população de Bom Jardim.
Vimos apresentações de capoeira com a Associação dos Escravos Brancos, liderada pelo professor João Teles, mais conhecido como Hélio...(apelido de infância...rs), apresentação de Hip Hop e for fim, assistimos e fomos convidados a dançar o Carimbó, uma dança típica do norte e nordeste do Brasil.
Operação Catirina




17/07

Acordamos as 4 da manha! É vida de Rondonista não é fácil! Fomos para a comunidade Varig, que apesar de pertencer ao município de Bom Jardim, levamos 4 horas de viagem para chegar.
Chegando lá, auxiliamos o pessoal da UFT (conjunto A) na oficina da parte da manhã e na parte da tarde, foi a vez do nosso conjunto (B) no qual a aluna Giovanna (Med. Veterinária) ministrou a oficina de Necessidade da utilização de água tratada e oficina de confecção de um clorador artesanal.
Saímos cedo de lá, por volta das 16 horas e chegamos às 21h em Bom Jardim.
É... diríamos que foi um dos dias mais cansativos!

Operação Catirina



A sétima arte em Bom Jardim

Iniciamos o dia com oficinas sobre programas de incentivo à preservação do meio ambiente lideradas pelos alunos Jéliton (Administração) e Henrique (Biologia). À tarde, a comunidade de Bom Jardim participou de uma atividade de produção de mudas com o rondonista Wantuil (Agronomia) e a professora Maria Helena (Agronomia). A noite, foi apresentado o filme “Os sem Floresta” na praça do Colégio Estadual José Sarney, o qual agradou a todos expondo a necessidade de preservar o meio ambiente e lotou as arquibancadas da quadra , que fica na referida praça, recém demarcada as linhas pelos rondonistas.
Operação Catirina



sexta-feira, 16 de julho de 2010

Oficinas do Rei do Baião

Fotos da oficina de aperfeiçoamento para pedreiros.



Parte de nossas atividades nos assentamentos de Carapuça e Manga de Baixo.

NAVEGANTES

Hoje todos os moradores que participaram da oficina de computacao conheceram um universo paralelo. Orientados pelas estudantes Danielle (Zootecnia), Giovanna (Med. Veterinaria) e Viviane (Arquitetura e Urbanismo) aprenderam a usar programas e navegar na internet, inclusive no Blog de Extensão da UEL. Todos saíram muito satisfeitos e com esperança de que tempos melhores virão com um domínio virtual adequado.
Os alunos Henrique (Biologia) e Jeliton (Administração) esclareceram a importância do esgotamento sanitário e dos cuidados com a água.
As três regras para o fracasso: Não ensinar o que sabe, não viver o que ensina e não perguntar o que não sabe.


Alunos contentes ao final da oficina, posando para a foto postada no blog que agora eles conhecem


Aluna Danielle (Zootecnia) dando as instrucoes do uso da internet

Operação Catirina

quinta-feira, 15 de julho de 2010

A quarta-feira do Rei do Baião

Olá,

hoje 14/07 realizamos o "Mutirão Cidade Limpa",atividade que teve por objetivo a coleta e seleção de lixo na orla do Rio São Francisco e nos principais pontos do comércio da cidade. Contamos com a participação das crianças na operação e procurando conscientizar os adultos da importância da coleta seletiva e cuidados para não poluir o meio ambiente. Concomitante, aconteceu em dois assentamentos as ações de ovino e caprinocultura, oficina de olericultura e agricultura familiar, o bailão do Rondon com o grupo de idosos e finalizando as atividades do dia com a palestra: "Alimentos artesanais como fonte de renda".


Abraços da Equipe Rei do Baião.


ALEGRIA, ALEGRIA!!

Iniciamos o dia promovendo uma caminhada para conscientização sobre a importância da separação do lixo reciclável e destino adequado do lixo orgânico. A concentração se deu em frente à prefeitura de Bom Jardim, conseguimos um número muito bom de acompanhantes na caminhada, a qual percorreu algumas ruas da cidade terminando no ginásio poliesportivo "Pedrozão", onde em seguida ocorreu uma gincana com crianças e jovens.
À tarde houve atividade de revitalização da praça em frente ao C.E. Governador José Sarney, que reuniu grande parte dos moradores da região, principalmente as crianças. Houve pintura dos bancos, da quadra, construção de balanços e um tanque de areia projetados pela aluna Viviane (Arquitetura e Urbanismo). A comunidade ficou muito grata e um jovem esboçou sua alegria com a seguinte frase " Nossa, pintaram a quadra; realizaram nosso sonho". Só com esse comentário o nosso dia já valeu.
Durante os eventos contamos com a presença do capitão Lessa do 24 BC de São Luis e do prefeito da cidade.

Bom Jadim (MA)- Operação Catirina


Emocionante

Iniciamos as atividades propriamente ditas na data de hoje. Pela manhã, quase cem pessoas lotaram a unidade do CRAS e, atentamente, prestigiaram a palestra do rondonista Jélinton (Administração), o qual apresentou uma versou sobre a importância da reciclagem do lixo e mais, a necessidade de se implementar uma educação ambiental no município de Bom Jardim. Baseando-se nos 3Rs da reciclagem - Reduzir, Reciclar e Reutilizar, os ouvintes participaram de uma dinâmica, quer seja, todos receberam um guardanapo de papel, uma banana e uma bala e, após consumi-los, depositaram tais lixos nos latões respectivos, papel, orgânico e plástico. Na sequência, o rondonista Henrique (Biologia) prendeu a atenção de todos com o tema Compostagem, tema que despertou muito interesse da comunidade local, resultando no agendamento de encontros futuros na próxima semana para a construção da mesma.
No período vespertino, o destino do lixo foi retomado, com a aplicação deste em artesanato com as rondonistas Giovana (Veterinária), Giovanna (Relações Públicas) e Viviane (Arquitetura). Mulheres da comunidade aprenderam a fazer sofazinhos de boneca de dois tamanhos feitos com garrafa peti, brinquedos, tais como, bandalhão, quebra-cabeça. Concomitantemente, Michelle (Direito) e Dani (Zootecnica) transmitiram a, aproximadamente, vinte crianças noções sobre separação e reciclagem de lixo, por meio de pinturas no rosto, desenhos para colorir, gincanas e brincadeiras. A receptividade infantil aliada à sede de conhecimento foram momentos emocionantes. Como crianças tão humildes podem ser generosas com pessoas alheias a seu quotidiano, como podem demonstrar noções tão sólidas de cidadania e educação ambiental em meio a uma sociedade que polui e contamia as ruas da cidade. Fecho o post de hoje com uma bela frase, de autor desconhecido, disposta no refeitório do Projeto Vida, no qual, diariamente, fazemos nossas refeições: TODA CRIANÇA NOS DÁ A CERTEZA QUE DEUS AINDA CONFIA NO HOMEM.

Michelle Ambrozi - Operação Catirina



Primeiros dias da Operação Rei do Baião

Olá pessoal,

estamos enviando as primeiras imagens de nosso trabalho aqui em Belém.
A Primeira imagem refere-se a nossa chegada no Município e sendo recepcionados pelas autoridades local e pelo Prefeito.
Na segunda imagem, a reunião de contato com todo Secretariado da Prefeitura (12/07) para apresentação da proposta de atuação e iniciar as oficinas programadas.
Na segunda-feira estivemos em visita aos principais assentamentos para estimulação dos produtores quanto a participação nas atividades. Efetivamente, na terça-feira deu-se inicio às palestras e oficinas. À noite apresentamos o Cinema na Praça destinado à toda comunidade, onde foi exibido e debatido o Filme "História das coisas" e Documentário Belém deSão Francisco. Tivemos boa receptividade e também foi um momento importante para convocar a comunidade para a Ação "Cidade Limpa: Operação de coleta e seleção do lixo".





Viagem "Rei do Baião"

Olá pessoal,
primeiramente gostaria de pedir desculpas por enviar as informações do grupo somente agora, pois eu fiquei sem acesso ao computador.
O vôo ocorreu tudo bem, apesar do atraso no vôo do Rio de Janeiro a Petrolina. Ficamos alojados no Rio até o vôo da FAB que estava previsto as 23:00.
Chegamos em Petrolina de Madrugada e fomos dormir. Na manhã seguinte participamos de uma palestra no auditório da UNIVALE, em Juazeiro – BA (cidade vizinha de Petrolina)
De tarde tivemos um treinamento de ambientação da Caatinga que envolvia a apresentação da Fauna e Flora e sobrevivência.
Hoje cedo viemos para a cidade que vamos trabalhar, Belém do São Francisco. Ao chegar vimos a casa que estamos alojados. E na tarde conhecemos um pouco da cidade.
E ainda estamos agora no período noturno organizando e estruturando nossas apresentações e oficinas.
12 de julho de 2010

Operação Rei do Baião

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Segunda-Feira

Primeiro dia acordando em Bom Jardim e como em qualquer chegada, é dia de conhecer a cidade. Nós da UEL e a equipe da UFT fomos com o Hugo visitar e conhecer os locais que serão realizadas as oficinas da operação. Lá conhecemos o prefeito de Bom Jardim, o Dr. Roque, que nos recebeu com muita atenção.
Mais tarde almoçamos e na parte da tarde uma parte da nossa equipe ficou no nosso alojamento (Projeto Vida) e a outra foi na rádio local gravar uma vinheta informando sobre as datas e horários das oficinas.
À noite fomos convidados a ir ao auditório da prefeitura onde aconteceu a apresentação oficial dos rondonistas, na qual estava o prefeito e os principais secretários da cidade. Bom, provavelmente hoje dormiremos um pouco tarde, pois vamos ajustar os últimos detalhes da primeira palestra/oficina ofertada pela nossa equipe: “Coleta seletiva de lixo e compostagem”, onde o público alvo serão os ACS, servidores municipais, educadores e comunidade em geral.
Os rondonistas responsáveis pela oficina serão: Jeliton (Administração) e Henrique (Ciências Biológicas).
Amanhã veremos se a comunidade se mobilizou para participar das nossas oficinas. Se tudo que ouvimos por aí for verdade, será suuuuuuucesso!

OPERAÇÃO CATIRINA



Rondonistas e professores com o Prefeito de Bom Jardim



Rondonista Giovana gravando a vinheta na radio local

Cerimônia e Deslocamento

Acordamos as 5 da manhã com a alvorada! Com direito a banda e fogos de artifício. Tomamos café da manhã e em seguida todos os rondonistas das operação do Maranhão foram deslocados para o Centro de Convenções de São Luis.
Assistimos a palestra da coordenação geral do Projeto Rondon, em seguida uma palestra com o representante da VALE e depois com o representante do governo do estado sobre as regiões da operação Catirina.
Deu-se início ao “coffe-break” onde tinha um mural da VALE para os rondonistas deixarem seu recado e a UEL super se destacou! Fomos elogiados pelo representante da VALE pela criatividade.
Após o “cofffe-break”, iniciou-se a cerimônia de abertura onde a mesa foi composta por algumas autoridades da capital, como o prefeito de São Luis, a representante do reitor da Universidade Federal do Maranhão, o representante da VALE, entre outros.
Depois da apresentação das autoridades, foi anunciado as universidades onde cada instituição apresentava o seu grito de guerra e mais uma vez a UEL “causou”, ou seja, agitamos o auditório! rs.

Letra – Grito de Guerra (UEL CATIRINA)

Viemos lá do sul!
Bom Jardim é para onde eu vou!
Eu sou rondonista e tambem desbravador.

Eu não vou descansar!
Enquanto eu não gritar!
O nome do projeto para o mundo escutar

Eu vou quebrar... a barreira do som!
Eu vou gritar... RONDON de coração!
Eu vou quebrar... a barreira do som!
Eu vou gritar... UEL de coração!

Minha equipe é Catirina!
Trabalhamos com amor!
E levo esse orgulho para qualquer lugar que eu for

Eu vou quebrar... a barreira do som!
Eu vou gritar... RONDON de coração!
Eu vou quebrar... a barreira do som!
Eu vou gritar... UEL de coração!

Bom, após a cerimônia, voltamos ao 24º BC, almoçamos e nos deslocamos junto com a equipe da UFT e com o nosso “anjo” Flávio (militar membro da defesa), que irá nos acompanhar nas oficinas e ficará o tempo todo com a gente no alojamento.
Viajamos por 5 horas de São Luís até Bom Jardim. Chegamos noite e fomos recebidos com muito carinho (mais muito mesmo) pela irmã Adélia e pelo secretário da cultura e do esporte, o Hugo. Estamos hospedados na escola que se chama Projeto Vida, um lugar que realiza um trabalho super bacana com a comunidade.
Bom é melhor irmos dormir porque amanhã é o dia de conhecer o município para saber os lugares que serão realizadas as oficinas no decorrer dos dias que iremos estar em Bom Jardim.
Hasta Luego!

Entrada do centro de convenção - equipe UEL e anjo Flávio

terça-feira, 13 de julho de 2010

O primeiro dia

Primeiro dia acordando em São Luis, apesar das poucas horas de sono e uma viagem de 16 horas, a boa receptividade do pessoal do 24º BC compensou tudo.
É tudo muito novo, o local, as pessoas, enfim tudo é muito regrado e muito bem organizado. Afinal é um batalhão militar!
Recebemos o kit rondonista (chapéu, caneca, garrafinha, camisetas, mochila) e fomos conhecer a cidade, lugares históricos e retornamos ao Batalhão para almoçar.
Por volta das 17 horas, deu-se início a formatura do Batalhão onde o objetivo é a recepção aos rondonistas. Após a cerimônia, os professores coordenadores foram encaminhados a uma sala para receberem as últimas instruções antes da partida aos municípios da operação e depois foi realizada uma dança típica do Maranhão: Bumba-meu-boi.
Dormimos cedo, para compensar as poucas horas de sono que tivemos. Pensa que vida de rondonista é fácil? rs
Isso porque nem chegamos na cidade da operação, veremos o que nos aguarda!

Operação Catirina


Professores Coordenadores UEL (Maria Helena e Daniela) e UFT (Kátia e Girlei), ultimas instruções antes da partida para o municipio de Bom Jardim-MA


Bumba-meu-boi no batalhão


24º Batalhão de caçadores

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Extensão no Twitter!

Agora a Pró-Reitoria de Extensão está no Twitter!
www.twitter.com/extensaouel
É só nos seguir para saber as novidades da PROEX!

Expectativa x Longa viagem

Foi dada a largada!
O momento esperado chegou.
Após muitas reuniões, preparo de materiais e divisão de tarefas, chegou o tão esperado e sonhado dia: 9 de Julho de 2010!
A saída de Londrina foi tranquilo, nossa rota até nosso destino começa com a gente saindo de Londrina (UEL) por volta das 10:15 da manhã.
Fomos de van até Curitiba e claro estavamos bem animados: conversamos, cantamos, contamos piadas (nem sempre boas rs), ensaiamos nosso grito de guerra, só náo fizemos mais coisas porque nao tinha como rs. , enfim nossa equipe está bem entrosada.
Chegando em Curtiba, por volta das 17:30, no aeroporto internacional Afonso Pena, seguimos nossa viagem de aviao até o aeroporto do Rio de Janeiro, onde aterrisamos as 19:50.
Esperamos no aeroporto internacional Antonio Carlos Jobim (Rio de Janeiro) nosso voo das 21:00 com destino a São Luis-MA e chegamos a capital maranhense por volta das 2:15 da manhã do dia 10 onde fomos recebidos no aeroporto pelo 24º BC (Batalhão de Caçadores) que nos guiaram até o batalhão.
Chegando lá foi super tranquilo, tudo muito bem organizado e uma receptividade nota 1000, como já era tarde, fomos conduzidos até os quartos e tivemos a orientação que o café da manhã era no outro dia as 6:30, bem cedo para uma equipe que foi dormir as 3:30 rs.
Bom... nosso tão esperado, sonhado e agora cansativo dia 9 de julho de 2010 acaba por aqui, porém teremos atééééé dia 26 para compartilhar esse espaço com voces!
Até amanhã!

Operação Catirina.



Equipes da UEL embarcam para o Projeto Rondon

As duas equipes da UEL, integradas por estudantes e professores, embarcaram na última quinta e sexta-feira para o Projeto Rondon. O grupo que vai para Catirina, no município de Bom Jardim, no Maranhão, embarcou na do dia 09 de julho e os estudantes da Operação Rei do Baião, no município de Belém de São Francisco, em Pernambuco, embarcaram na noite do dia 08.




quarta-feira, 7 de julho de 2010

Quem foi Catirina?

Catirina era uma mulher casada com Pai Chico, um vaqueiro que trabalhava para um fazendeiro. Catirina estava grávida e sentiu vontade de comer língua de boi, mas não podia ser de qualquer animal, tinha que ser a língua do melhor boi da fazenda. Pai Chico ficou desesperado e com medo de perder o filho que a mulher esperava, roubou o boi do seu patrão e deu a língua para sua esposa.
O fazendeiro quando percebeu o sumiço do seu melhor boi, manda todos vaqueiros procurá-lo. Pai Chico confessa o que fez, explica o motivo e entrega o boi ainda vivo, mas muito doente.
Alguns índios são chamados e curam o animal, que se levanta e começa a dançar alegremente.

Lígia Zampar

Quem foi o Rei do Baião?

Luís Gonzaga do Nascimento era filho de sanfoneiro e aprendeu a tocar o instrumento com seu pai. Foi representante da cultura nordestina, sempre fiel à sua origem mesmo quando estava em outras regiões do país. O gênero musical que o consagrou foi o baião, por isso ficou (re)conhecido como “O Rei do Baião”.
O baião viveu sua época de ouro até 1954. Com a ascensão da bossa-nova, o baião caiu no esquecimento nos grandes centros urbanos. Afastado do cenário artístico, Luís Gonzaga preferiu apresentar-se em cidades do interior, onde continuava muito popular.

Lígia Zampar

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Preparação para a viagem

Olá a todos, estou participando da preparatória para o Projeto Rondon, operação Catirina que acontecerá de 10 à 26 de julho, em Bom Jardim - Maranhão.
Eu e toda minha equipe estamos nos reunindo semanalmente para a preparação de nossas ações, nos conhecendo e planejando nossa viagem.
Para mim, extensionista a aproximadamente um ano e meio, o Projeto Rondon vem como uma oportunidade desta experiência máxima disponível na graduação. Relatos de rondonistas de anos anteriores despertam a ansiedade e a certeza de que será uma vivência da extensão que jamais esqueceremos.
Espero trazer muitas novidades ao blog durante a viagem e incentivarei meus colegas para que façam o mesmo.
Aproveito para parabenizar a equipe da PROEX que vem como essa iniciativa de socializar as experiências vividas nos projetos de extensão.

Giovana Ariello Sanches
Estudante do 4º ano de Comunicação Social - Relações Públicas